sábado, 24 de março de 2012

Diário de Bordo - 23/03/2012 - Apenas Divagações.

Início do registro 23/03/2012
 
Não sei exatamente porque comecei esse diário justo hoje, mas me parece interessamente, excitante, ou no mínimo curioso, registrar meus pensamentos a respeito do tema.
 
Ontem comprei um dispositivo de castidade CB-6000S, algo que já havia visto na net, visto em vídeos, mas nunca realmente imaginei que estaria fechado em mim. Esse dispositivo de castidade deve chegar na 2ª feira, dia 26/03/2012.
 
Por coincidência achei um blog super legal que tinha traduções ótimas de um livro sobre castidade masculina, escrito por uma mulher, textos interessamentes, excitantes, não resisti, passei para S. ler, realmente não sabia o que esperar, mas foi justamente o que imaginei, até mais empolgante. S. por instinto, meio que naturalmente adorou os textos, a  idéia e tudo o mais. Uma nova brincadeira ou jogo sexual.
 
Cabe aqui um pequeno esclarecimento, o dispositivo de castidade CB6000S é preso por um lacre ou cadeado que impede completamente o orgasmo e inclusive a ereção, é como uma gaiola que impede o pênis de qualquer excitação.
 
 
 
Falando sobre a idéia e o jogo, S. foi super receptiva, como sempre cabeça aberta, de certa forma parece que a gente se completa. São muitas as possibilidades e oportunidades, agora é difícil prever o que pode ou não acontecer no futuro, a gente vai brincar de castidade.
 
No entanto, 2 indícios me deixaram no mínimo super excitado e com um "medinho". Algo como se a idéia cai-se muito bem na cabeça de S. Sinais como se esse jogo ainda pode ir longe, muito longe, mais longe do que imagino...
 
Primeiro, ela adorou a idéia de poder controlar e negar qualquer tentativa de masturbação, preocupada em fazer o jogo valer, ser real. Super legal ela pensar assim, demonstra que ela quer realmente estar no controle da coisa.
 
Segundo e o mais curioso, mas confesso que muito excitante. Quando falei sobre um cenário que sempre me assombrou, talvez um dos mais cruéis quando imagino Castidade Controlada que é da mulher forçar o seu marido a transar com o dispositivo de castidade trancado, usando apenas um cinto e um vibrador na cintura para fazer o serviço, ela ficou totalmente molhada com a idéia e a fim de realizar. Não vou negar a idéia me excita e muito, tanto pela parte prática de imaginar visualmente a cena, quanto do simbolismo de dominação e submissão da cena.
 
 
 
É uma cena forte, agora mesmo passa na minha cabeça, e a reação dela foi tão naturalmente cruel, algo como, achamos a solução para eu ser penetrada e ter meus orgarmos, adorei a idéia, você pode ficar trancado se quiser, afinal é o que me pediu, desde que eu tenha meu tesão e meus gozos.
 
Um terreno perigoso e muito excitante.
 
Acho que Castidade Controlada vai ser algo além do que imaginamos.
 
A pergunta que fica na minha cabeça, como S. vai reagir na hora que estiver com o controle total?
 
Acho eu que existem dois caminhos básicos
- vai acabar cedendo ao extinto natural de agradar o parceiro e dar aquela canja na hora "H".
- vai acabar me surpreendendo e me fazendo se arrepender de ter pedido isso um dia, me forçando a literalmente comer na mão dela.
 
Difícil saber, na real eu tenho uma idéia ou palpite, não sei se é palpite ou desejo.
 
Qual o meu medo nessa história? S. de alguma forma realmente adorar a situação e resolver ir fundo na coisa. Um cenário do tipo "cuidado com aquilo que deseja, por que você pode conseguir".
 
Será que é isso que realmente quero?
 
É uma aventura, uma brincadeira, mas e se nós dois gostarmos? Alguém sexualmente "trancado" se induzido da forma correta acaba facilmente manipulável. Como um brinquedo. Será que vou acabar assim? um brinquedo dela? Cadeado, impedido de tocar no próprio membro ou ter uma ereção, totalmente nas mãos de S. e o mais assustador, adorando isso, beijando os pés dela e agradecendo? no meu íntimo vejo essa possibilidade como possível, assustadoramente real. Claro que não de forma permanente, mas por períodos além do que um dia pensei que aguentaria, diferente dos outros homens "livres", alguém controlado, domado, e ainda adorando estar assim, amando. Será?
 
Em algum momento vou me arrepender de ter pedido isso mas será muito tarde? Um ponto de não retorno?
 
Muitas idéias reunidades forma desorganizada, melhor guardar um pouco para depois.
 
Fim do registro.

2 comentários:

  1. Adorei ver um blog em portugues sobre um assunto que eu gosto tanto...
    Já estou como seguidor, ok?
    Tomei a liberdade para colocar o endereço do seu blog como LINK FAVORITO no meu blog... Mas se quiser que eu tire, posso tirar, sem problema...

    Queria te perguntar onde você comprou o seu cinto... Tenho um CB-6000 e estou querendo comprar um CB-6000s, mas não encontro em canto nenhum... Comprei o meu no site da PONTO COM FETICHE... Mas lá não tem o S...

    Um abraço

    PS: Dá uma olhadinha no meu blog também... garanto que o tema você vai gostar, hehehe...
    www.segredosdeumcasal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi João Carlos, que legal que você adicionou meu blog e gostou dele.

    Para te falar a verdade eu já conhecia o seu blog, *risos*, muito legal ele, sempre acompanho.

    Desculpe o tempo para responder, ando meio ocupado e offline.

    Sobre o CB6000S, eu comprei no website http://www.amasmorra.com/ o preço foi bom e o atendimento ótimo, no entanto, após alguma pesquisa e analisando detalhes do produto descobri que não é uma versão legítima do CB6000S, mas uma cópia chinesa, existem muitas mundo afora, e muitas até mesmo dentro do US. Se eu fosse comprar novamente hoje, acho que iria comprar de algum um website americano confiável.

    Assim que der colocarei um link do seu blog aqui.

    Abraço,

    P.

    ResponderExcluir