domingo, 25 de março de 2012

Planos

25/03/2012 - Planos estão sendo traçados...
Ontem a noite, tivemos mais uma longa conversa sobre Castidade Controlada, sempre tentando entender nossos desejos mutuamente, já disse e repito, o jogo tem como objetivo final o nosso prazer mútuo, aumentar o tesão e o gozo (pelo menos os orgamos dela né...).
Para atingir nossos objetivos, primeiro precisamos trocar idéias, pontos de vista, anseios e medos, quais os desejos de cada um nesse jogo...
Para S., ao que parece, o mais importante é manter a qualidade e quantidade de seus orgasmos, ela não quer que minha castidade signifique algum tipo de sacrifício para ela, o que concordo com toda a razão. Seu pensamento é: Se você quer sofrer ok! Te faço sofrer, ser controlado em castidade e tudo o mais, mas o meu prazer eu quero ter garantido. E ela esta certa, certíssima.
Acredito que seu medo é porque 99% de seus orgasmos são comigo penetrando ela, orgasmos de penetração, e comigo trancado na gaiola ela perde digamos, seu "brinquedo de carne".
Então depende de mim, e somente de mim, provar para ela que mesmo sem ter condições de usar o meu pênis para penetrá-la, consigo levar ela regularmente e com qualidade ao mundo dos orgasmos.
Confesso que tenho muitas idéias e planos.
Acredito que o princípio básico dessa dinâmica resultará em um cenário básico, pelo menos em teoria:
Inicialmente em agradecimento pelo jogo e como forma de fazer as coisas acontecerem naturalmente tentarei fazer minha parte na brincadeira, dar prazer a ela.
Com o passar dos dias, na medida que os efeitos da castidade começam a ser sentidos de forma mais forte, como reação natural minha tendência deve ser fazer tudo por ela, da melhor maneira possível, tudo para faze-la gozar mais e melhor.
Em contrapartida, quanto mais prazer ela recebe, mas ela entende que o jogo está trazendo vantagens para ela.
Digamos que, se ela tiver uma percepção clara de que consegue me manter trancado e feliz, e que como consequência ela tem garantido todo prazer que ela deseja, ou ainda mais e melhor do que tem hoje, me manter trancado é o menor dos problemas, digo, ela fará isso sem nenhum remorso, tenho certeza.
Me parece um jogo bem mais perigoso para mim do que para ela.
Imagine um cenário onde:
Quanto mais tempo trancado e controlado, terei como resposta natural e instintiva fazer tudo pelo prazer dela na esperança de ter um orgasmo.
- Ela percebendo que quanto mais me judia, mais eu faço por ela na esperança de agradá-la, acaba percebendo que é vantagem para ela tentar me manter nesse estágio quase hipnótico, cego.
- É como um looping, uma cobra mordendo o próprio rabo.
Acho fascinante estes aspectos dentro do jogo.
No título eu falei em planos correto?
Pois bem, após muita conversa a gente estabeleceu um plano inicial, dito por S.:
- Sábado foi um último dia que tive autorização para me masturbar.
- Domingo, hoje, será o último dia que terei para transar com ela, por um bom tempo, devo aproveitar ao máximo.
- Segunda-feira, amanhã, é o dia da chegada do meu dispositivo de castidade CB-6000S, que até o final do dia estará devidamente trancado no meu pênis, devo esperar amanhã a noite já dormir com ele cadeado.
- Teremos um período de teste para achar a melhor configuração, qual o melhor anel, espaçador, testar as reações e qual a melhor setup final para finalmente trancar o CB-6000S por um tempo mais longo.
- Fui orientado a começar a redação um Contrato de Castidade Controlada, digamos de "Nível 1", como um primeiro teste, o período inicial terá a duração de 3 semanas, Será a primeira experiência real, daquilo que até agora ficou no mundo da fantasia.
- Existe uma idéia de que se tudo for legal, teremos um novo contrato de Nível 2, e posteriomente Nível 3. A cada novo nível o contrato se torna mais longo e difícil, adicionando cada vez mais poderes para S. e retirando cada vez mais direitos meus.
Algo me diz que devo aproveitar muito bem essa noite, porque em um futuro nada distante estarei lembrando dela, sentindo muito falta.
Um passo de cada vez.
Assinado: P.
Fim.
 

3 comentários:

  1. Fala P. Li este post e fiquei curioso quanto esses níveis de contrato, 1 2 e 3, que vão agravando a situação da castidade. Você criou isso ou leu em algum site? Poderia me dar um exemplo dos três níveis ou mostrar o seu contrato mesmo aqui no blog?

    William.

    ResponderExcluir
  2. Willian, tenho planos de colocar a cópia do meu contrato no blog, que na verdade é inspirado no modelo de contrato que você colocou no seu blog.

    Sobre os níveis:

    Nível 1 = Contrato com duração de 21 dias ou 3 semanas.
    2 Orgasmos na primeira semana e após 1 orgasmo por semana. no total 4 orgasmos em 21 dias.

    Nível 2 = Contrato com duração de 90 dias ou 12 semanas.
    1 Orgasmo por semana nas semanas 1 e 2. (2 orgasmos em 14 dias, 1 por 7d.)
    1 Orgasmo a cada 14 dias, nas semanas 3 e 4, 5 e 6, 7 e 8. (3 orgasmos em 42 dias, 1 por 14 d.)
    1 Orgasmo a cada mês para o período final nas semanas 9, 10, 11 e 12. (1 orgasmo em 1 mês, 1 por 30d.).

    A idéia e incrementar a dificuldade.

    ResponderExcluir
  3. Show! Interessante essa gradação! Agora que meu birdlocked já está a caminho, vou sugerir algo parecido à minha keyholder! Parabéns

    ResponderExcluir