sábado, 6 de fevereiro de 2016

Fantasias, tantas fantasias....

Não me considero alguém criativo no dia a dia, mas admito que em questões de cunho fetichista, minha imaginação voa longe, longe mesmo.

Nestes devaneios eróticos fetichistas, sempre surge uma fantasia ou desejo alternativo, variações do mesmo tema, então decidi que era hora de fazer uma lista, afinal a vida é curta... seria algo tipo... "As 100 fantasias fetichistas que vou realizar antes de morrer" *risos*

Ok! Tudo bem! Ainda não pensei nas 100 fantasias, por enquanto, mas vou construir minha lista aos poucos... posso garantir que pelo menos umas poucas já me surgem a mente e interessam bastante:

Outdoor Bondage - "Ir para um lugar distante, como um sítio fazenda, talvez acampar no meio da mata, em algum lugar ermo, ser preso em um lugar afastado, um bosque, talvez um matagal isolado de tudo, ali "S." me amarraria, amordaçaria e vendaria, depois ela simplesmente sairia de perto caminhando para dar uma volta, em silêncio, talvez se escondendo do meu campo de visão? Após um tempo abandonado, o barulho de passos quebrando o silêncio, então amordaçado chamo por ela "Mmmpppphhhmmh", não ouço resposta, os passos continuam chegando, seria mesmo ela?



Loooooong Term Chastity - "Em algum momento do futuro, nos próximos anos, eu gostaria de sentir na pele como seria ser forçado em castidade por um período muito acima do que estou acostumado, algo entre 3 a 6 meses sem orgasmo por exemplo..."

Eu Controlo Você: - "Visitar por exemplo um local estilo Swing ou Festa BDSM, estando trancado no dispositivo de castidade, de maneira que seja impossível ter uma simples ereção.
Sentir a impotência de estar emasculado pelo dispositivo cadeado, enquanto "S." tem toda a liberdade para flertar e distribuir sorrisos, reforçando a minha condição de submisso em contrapartida com sua posição de poder e liberdade."

Amarrado no Porta-Malas: - "Com certeza essa é minha fantasia para este inverno, ser amarrado, amordaçado e preso no porta-malas do carro para um passeio pela cidade!"
- Um passeio no escuro do porta-malas parece algo simples, mas é uma verdadeira aventura, imagine se "S." é parada em um blitz policial? se o carro tem algum problema mecânico? são variáveis incontroláveis que adicionam adrenalina ao momento. Se ela resolve em algum momento levar o carro para o estacionamento e deixar o carro?



A Falsa Festa a Fantasia: - "Ser atado na camisa de força branca, para completar talvez uma calça branca ou laranja, tipo uniforme de prisão ou hospital psiquiátrico. "S." usaria um jaleco daquelas de médica ou enfermeira, para completar o look um estetoscópio, calça e calçado branco. Qual o objetivo? Sair porta a fora, caminhar pelo condomínio, descer o elevador, entrar no carro e andar pela cidade de carro enquanto amarrado na camisa de força. Fazer parecer que estamos a caminho de uma festa a fantasia..."

Mumificou o Marido e Foi ao Cinema: - "Apesar do trocadilho, o título é auto-explicativo, basicamente a ideia é ser imobilizado de forma segura e inescapável por "S.", com o devido planejamento e cuidados necessários para eliminar potenciais problemas. Conferido o checklist, "S." vestiria seu salto, pegaria sua bolsa, a chave do carro e deixaria o apartamento, se ouviria apenas o barulho da chave trancando a porta da sala, seguido posteriormente pelo som do motor do carro manobrando no estacionamento e desaparecendo ao longe. Sem chance de escapar por conta própria, trancado em um quarto sem relógio para saber o tempo, abandonado e dependente de seu retorno. Ela sairia sem dizer para onde, por quanto tempo e com quem? teria ela ido apenas na padaria ou quem sabe tomar um sorvete? foi ao supermercado? ao shopping fazer compras e depois sem pressa comer um sushi na praça de alimentação? será que ela levou o cachorro e foi passar o dia na casa da mãe?




Eu acho que não seria pedir muito, ou seria?

2 comentários:

  1. Acredito que suas fantasias são muito parecidas com as de muitos bondagistas. A de ser mumificado e deixado é uma que permeia meus pensamentos, apesar de achar que nunca a faria pelo risco envolvido.
    Agora, a de ser amarrado enquanto outras pessoas estão na sua casa, acho totalmente plausível e não tão difícil de realizar. Imagine um chá da tarde com sua senhora e várias amigas dela enquanto você está amarrado em um cômodo ouvindo tudo?!!! Totalmente excitante!!! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAhhh realmente existem riscos que devem ser muito bem considerados e analisados. Não aconselho ninguém a tentar, falo apenas por mim.
      Sim, sim!!! Estar amarrado, escondido em um cômodo enquanto outras pessoas estão visitando a casa soa muito excitante e bastante plausível!!!

      Excluir